-->

Luta sem trégua contra o governo usurpador

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Quando saberemos do fogo dessa fumaça?

2 comentários:
Apesar de o Ministério do Planejamento não tratar oficialmente da possibilidade de os últimos reajustes salariais serem pagos mais tarde do que está previsto nas Leis 11.784 e 11.890 e na Medida Provisória 441, novos indícios dão conta que a equipe econômica prevê um contingenciamento para gerar recursos. Como os aumentos já estão previstos no Orçamento 2009, os novos salários que passam a valer a partir de determinados meses, como janeiro e julho, seriam pagos no último trimestre do próximo ano. Os atrasados seriam parcelados até o mês de dezembro.

Obviamente essas informações foram mal recebidas pelos diretores dos sindicatos que defendem o funcionalismo federal. Desde o fim de semana a diretoria do Sindsep-DF (Sindicato dos Servidores Públicos Federais) analisa minuciosamente a LOA (Lei Orçamentária Anual) para que o governo cumpra o que está previsto no documento. "Estamos cansados de ver a crise como desculpa para rever os aumentos e as datas de pagamento. É absolutamente inaceitável que o governo pense nisso e brinque com os servidores. As famílias já estão esperando os aumentos nos meses indicados. Esperamos que o governo respeite as leis e a medida provisória", disse Edison Cardoni, diretor do Sindisep-DF. Quem também não gostou do que ouviu foi o diretor do Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal), Sérgio Ronaldo da Silva. "Onde há fumaça, há fogo. Nosso aumento não tem que servir como bode expiatório da crise financeira", afirma.

Conforme O DIA publicou no domingo, o governo estuda adiar o reajuste do funcionalismo federal. Integrantes da equipe econômica defendem que o aumento seja 'empurrado' para novembro ou dezembro. Isso porque a economia já dá sinais de que a recessão será forte e a arrecadação de impostos cairá devido ao encolhimento da economia.
----------------------------------
Fonte: Jornal "O Dia" de 30/12/08

domingo, 28 de dezembro de 2008

Reajuste salarial de 2009 será adiado ?

2 comentários:
Governo federal estuda adiar aumento salarial de Julho/2009

Não chega a surpreender, pois neste blog já tínhamos levantado o que a imprensa agora está noticiando. Servidores e sindicatos que achavam que bastaria a Greve de 2007 terminar num bom Acordo para assegurar os reajustes de 2008, 2009 e 2010, agora tem mais é que acordar e alertar-se para a forte possibilidade de ter de ir à luta de novo.

O governo já estuda adiar o reajuste do funcionalismo previsto para julho. Integrantes do Ministério do Planejamento acham que o aumento deve ser ‘empurrado’ para o fim de 2009. A economia mostra sinais de desaceleração e, obviamente, a arrecadação de impostos desaba. A Receita Federal constata maior atraso no pagamento de tributos pelas empresas.

Os reajustes salariais previstos para 2009 e 2010 nas leis 11.784 e 11.890 (antigas Medidas Provisórias 341 e 440) e na MP 441, ainda em tramitação, estão condicionados à disponibilização de receita, conforme termos do texto legal. Em 2008, o governo elevou o salário de cerca de 1,4 milhão de servidores civis e militares, incluindo os aposentados e pensionistas da União. Se concedidos todos esses aumentos, o aumento da folha de pessoal até 2010 será de R$ 48 bilhões, dos quais R$ 36 bilhões são para servidores civis.

Entre os maiores reajustes previstos para 2009, estão novamente os funcionários das agências reguladoras, a ANATEL (Telecomunicações), ANAC (Aviação) e ANEEL (Energia Elétrica), na casa dos 11%. Para a maior parte das categorias beneficiadas, o reajuste previsto em 2009 será em torno de 5%. Setores do governo também avaliam que haverá desgaste político ao anunciar novos aumentos para categorias que já receberam reajustes expressivos em 2008 num ano em que o desemprego vai bater à porta de milhares de trabalhadores brasileiros.

"Se a economia e o PIB crescessem no ritmo previsto, ninguém perceberia os reajustes. Mas num ambiente de aperto, o governo vai ter dificuldade para explicar o aumento da folha de pessoal e muitos salários altos, muito acima da iniciativa privada", afirmou uma autoridade da equipe econômica. "Se houver recessão e a arrecadação de impostos cair, o tamanho da folha de pessoal vai ter destaque", completou o membro do Min. do Planejamento. Um analista de Agência reguladora e um advogado da União, recém-saídos da faculdade, já começam ganhando R$ 14 mil, por exemplo.

Mas essa realidade salarial está distante da imensa maioria dos técnico-administrativos da Educação, liderados pela FASUBRA, que continuamos sendo os "primos pobres" no meio do funcionalismo do Poder Executivo. Assim, não se descarta que já no primeiro semestre de 2009 se fortaleça a perspectiva de uma nova mobilização pelo cumprimento do Acordo celebrado no final da Greve de 2007.
------------------------------------------------
Fonte: com informações do Jornal "O Dia"

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Sobre certas festas de fim de ano

2 comentários:
“Ninguém mais se lembra de Deus no Natal.” Assim Gabriel García Márquez iniciava, no natal de 1980, um célebre artigo publicado no jornal espanhol El Pais. Segundo o escritor colombiano — que dois anos depois receberia o Prêmio Nobel de Literatura —, há tanto barulho e tantas angústias de dinheiro que “a gente se pergunta se sobra tempo para celebrar o aniversário de um menino que nasceu há 2 mil anos em uma manjedoura miserável." Clique aqui para ler o artigo traduzido na íntegra.

Aos solidários e de boa vontade, um 2009 tranquilo e afáveis festas de fim de ano

3 comentários:
Este blog deseja a todos e todas que lutam por um mundo mais justo, igualitário e fraterno, verdadeiramente humano, ótimas confraternizações de final de ano e que seus futuros 365 dias de 2009 estejam sempre marcados por - pequenas ou grandes - alegrias e vitórias. Esmoreçam as guerras, e que a solidariedade e a paz prevaleçam.

domingo, 21 de dezembro de 2008

Vice-reitora renuncia, fim da novelinha

5 comentários:
Nos dois meses que se seguiram ao abandono da Reitoria da UFPR por parte de Carlos Moreira Jr., rolou uma novela de roteiro enrolado e chato. De um lado, a vice-reitora Márcia Mendonça, na condição de reitora em exercício, alegava ter direito pleno a cumprir até o fim o mandato de 4 anos, para o qual foi eleita em 2005, até 2010. De outro lado postavam-se DCE, SINDITEST e APUFPR fincando pé para que a consulta direta fosse para reitor e também vice. Vários bate-bocas em torno dissso ocuparam horas a fio de sessões do CoUn.


Transcorre a consulta em setembro, numa pressa que deu o que falar, em seguida o candidato mais votado é confirmado na lista do COUN e finalmente empossado esta semana como reitor. E o que faz a vice-reitora? Renuncia, abrindo espaço à assunção de Rogério Mulinari, eleito vice na chapa encabeçada por Zaki Akel. Muitos encenaram bem seus papéis nessa novela tediosa, e uma coisa é certa: deve ter muita gente no Setor de Ciências Biológicas que, chupando o dedo nessa história toda, deve ter achado o desfecho um saco.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Que dureza (voltar a) ser vereador...

8 comentários:
Nestes dias pré-natalinos, nos quais a maioria não se liga mais naquilo que rola em Brasília, o Senado aprovou a PEC que aumenta o número de vereadores, abrindo a chance de que Roseli Isidoro, Paulo Salamuni e um vereador do PMDB assumam a condição de egrégios representantes do povo de Curitiba na Câmara Municipal, ao lado de tantos outros cidadãos exemplares.


Porém, depois do "sim" do Senado, a Câmara Federal resolveu engripar, alegando que não topa promulgar a PEC que aumenta as vagas de vereadores. Provavelmente, isso acaba se resolvendo antes que 2008 termine, e os servidores da UFPR saudosos da presença da Roseli continuarão tendo que visitá-la principalmente na Câmara Municipal. O reitor novo da UFPR saúda...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Histórica sapatada no estúpido chefe do imperialismo norte-americano

3 comentários:

"É o beijo de despedida, seu cachorro!", bradou o jornalista iraquiano ao atirar seus sapatos contra o presidente George W. Bush Jr., que visitou de surpresa ontem o Iraque semidestruído pelo Exército dos EUA. [Clique aqui para ver no Youtube um dos vídeos das sapatadas.]


O árabe errou o alvo de seu "míssil" sapateiro, mas os mísseis de verdade do imperialismo norte-americano, desde 2005, devastaram o Iraque e ceifaram centenas de milhares de vidas de iraquianos civis. Fica aqui nossa solidariedade à luta do povo árabe contra quem lhes quer tomar à força as riquezas, a dignidade e a vida.
------------------------------------------------------------
Crédito da Foto: Folha de S. Paulo - 15/12/2008

domingo, 14 de dezembro de 2008

O novo asponato do ex-reitor

4 comentários:
Depois de decolar do trono da UFPR, em maio passado, para o que sonhava ser uma trajetória de falcão rumo ao céu mas acabou revelando-se um vôo d'Angola na realidade dos 1,9% de votos à Prefeitura curitibana, o ex-reitor Carlos Moreira Jr. agora assumirá a chefia de gabinete do governador Requião. Micharam as expectativas de emplacar uma secretaria de Estado, que poderia ter sido a de Saúde ou a de Educação.

E, pelo jeito como Requião vem namorando ultimamente José Serra e Álvaro Dias, visando a se posicionar para as eleições de 2010, Moreira terá que fazer um cursinho rápido de tucanês. O humorista Macaco Simão, da Folha de São Paulo, pode ajudar.

sábado, 13 de dezembro de 2008

Maior licença-maternidade também para servidoras públicas federais

4 comentários:
A prorrogação de 60 dias para a licença-maternidade garantida na Constituição (de 4 meses) foi estendida para as servidoras públicas pelo Decreto 6.690, publicado no Diário Oficial de ontem, 12/12. Um justo reconhecimento da função social da maternidade e de respeito aos direitos das mulheres por parte do Governo Federal. Veja abaixo a parte inicial publicada no D.O.U. e clique aqui para ler o Decreto na íntegra.


DECRETO No- 6.690, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2008


Institui o Programa de Prorrogação da Licença
à Gestante e à Adotante, estabelece
os critérios de adesão ao Programa e dá
outras providências.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição
que lhe confere o art. 84, inciso IV, da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 2o da Lei no 11.770, de 9 de setembro de 2008, D E C R E T A :


Art. 1o. Fica instituído, no âmbito da Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional, o Programa de Prorrogação da Licença à Gestante e à Adotante.

Art. 2o. Serão beneficiadas pelo Programa de Prorrogação da Licença à Gestante e à Adotante as servidoras públicas federais lotadas ou em exercício nos órgãos e entidades integrantes da Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional.

§ 1o. A prorrogação será garantida à servidora pública que requeira o benefício até o final do primeiro mês após o parto e terá duração de sessenta dias.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Os primeiros pró-reitores de Zaki Akel

6 comentários:
Acaba de ser publicado no site da UFPR a lista de pró-reitores(as) da futura gestão 2008-2012 da Reitoria da UFPR. O professor Zaki Akel convocou para sua assessoria direta de confiança as seguintes pessoas:

* PRA (Pró-Reitoria de Administração): Paulo Roberto Rocha Krüger.
* PRPPG (Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação): Sérgio Scheer.
* PROEC (Pró-Reitoria de Extensão e Cultura): Elenice Mara Matos Novak.
* PROGRAD (Pró-Reitoria de Graduação: Maria Amélia Sabbag Zainko.
* PRAE (Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis): Rita de Cássia Lopes.
* PROGEPE (Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas): Laryssa Martins Born.
* PROPLAN (Pró-Reitoria de Planejamento, Orçamento e Finanças): Lúcia Regina Assumpção Montanhini.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Imposto de Renda menos injusto, presentinho de Lula para classe média

Nenhum comentário:
Hoje o Governo Lula anunciou um conjunto de medidas de redução de impostos. Um dos motivos é reduzir efeitos da crise capitalista mundial, estimulando o consumo interno. E compensando a sacanagem do banqueiro de boston, Henrique Meirelles, que teima em não baixar juros quando o mundo inteiro está fazendo isso. O crescimento da economia brasileira vai cair em 2009, mas impostos um pouquinho menores devem atenuar a queda do PIB.

Assim, serão criadas duas novas faixas para o Imposto de Renda das Pessoas Físicas. A injusta situação atual é a de apenas duas alíquotas de IR: 27,5% e 15%. Os novos percentuais são de 7,5 % para uma e de 22,5% para a faixa de renda maior. O presentinho natalino do Lula para as classes médias valerá para o exercício fiscal de 2009. Não é lá grande coisa ainda em termos de justiça tributária, mas melhor que nada.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Ex-reitor da UFPR toma goleada na eleição do Atlético Paranaense

Um comentário:
Sendo fato que envolve pessoas do âmbito da UFPR, comentamos aqui a fragorosa derrota da Chapa "Mais Futebol", encabeçada pelo ex-reitor da UFPR, José Henrique de Faria, que disputou ontem a direção do Atlético Paranaense. A Chapa "Coração Rubro-Negro", composta por amigos do sempre poderoso Mario Celso Petraglia, venceu com a ampla folga de 77% dos votos o ex-reitor que se apresentou como oposição.

Câmara permanece com 38 vereadores e Roseli Isidoro se mantem suplente

7 comentários:
Havia uma movimentação de alguns partidos na Câmara Municipal de Curitiba para aumentar o número de vereadores dos atuais 38 para 41. Se a tentativa desse certo, a servidora da UFPR e atual vereadora Roseli Isidoro reconquistaria sua cadeira para o mandato 2008-2012, uma vez que na eleição deste ano somente atingiu a 1a. suplência. Outro vereador do PV e um do PMDB também seriam beneficiados.

Segundo o blog do colunista político Fábio Campana, a iniciativa do aumento de vagas já foi retirada de pauta e não deve mais ser discutida, por mais que o PT prometa que vai recorrer.
----------------------------------------------------------------
Fonte: com informações do Blog Fabio Campana

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Pé no traseiro do Henrique Meirelles!

Nenhum comentário:
Lula estuda limitar autonomia do Banco Central sobre juros

Ao longo dos últimos anos, os movimentos sociais que exigem do governo Lula uma postura decidida e ousada, no sentido de promover o deslanche do desenvolvimento, têm pedido a demissão do presidente do BC, Henrique Meirelles. Na Marcha das Centrais em Brasília, na última quarta-feira, o presidente da CTB cobrou explicitamente do governo federal a coragem de romper com os banqueiros que têm em Henrique Meirelles seu testa-de-ferro, garantindo juros altos para a remuneração de capital especulativo e com isso travando o desenvolvimento nacional e o combate à crise mundial. Parece que Lula agora dá mais ouvidos ao que dizem os trabalhadores e estaria disposto a limitar a autonomia do Banco Central na definição da taxa de juros. Mas só isso não basta, é preciso ter na direção do BC alguém afinado com o interesse nacional, e não um preposto do grande capital financeiro. Fora Henrique Meirelles!

Organização e custeio de sindicatos é tema de projeto na Câmara Federal

Nenhum comentário:
Tarcísio Zimmermann (RS) e Eudes Xavier (CE), deputados federais do PT, apresentaram à Câmara o PL 4.430/08 [clique aqui para ler a íntegra], que dispõe sobre a organização sindical, o custeio das entidades sindicais e a representação dos trabalhadores nos locais de trabalho.

O projeto também altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para dispor sobre o diálogo social, a negociação coletiva e as convenções e acordos coletivos de trabalho. Na jusitificativa do PL, os autores afirmam que buscam "uma regulamentação do artigo 8º da nossa Carta Magna, observando os princípios democráticos, os valores da cidadania, da participação política e social, da representatividade, do direito ao trabalho digno, da valorização da negociação coletiva entre trabalhadores e empregadores e da promoção dos direitos fundamentais".

Democracia nas entidades
Eles destacam que a proposição está voltada para a "afirmação da democracia nas organizações sindicais", enfatizando "a liberdade de associação aos sindicatos e a soberania da base na filiação destes às federações, confederações e centrais sindicais; a garantia de igualdade nas eleições sindicais para todos os candidatos e também para os candidatos da representação no local de trabalho". O Projeto procura garantir as "normas democráticas para a sustentação financeira [da entidade sindical]; o amplo acesso de sindicalizados e representados às informações relativas à sua entidade sindical; o fortalecimento das centrais sindicais, mantida a base do poder sindical nas mãos dos sindicatos; e, finalmente, a garantia da não intervenção do Estado na organização sindical".
---------------------
Fonte: DIAP

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Marcha a Brasília cumpre seu papel mesmo debaixo de chuva

Um comentário:
Partindo do Estádio Mané Garrincha na manhã de ontem, em Brasília, debaixo de uma chuva fina, cerca de 35 mil pessoas estenderam um cordão humano de ativistas marchando até a Esplanada dos Ministérios e tornando realidade a 5a. Marcha das Centrais Sindicais em luta pela Valorização do Trabalho.


Uma manifestação ruidosa e colorida - dada a variedade de faixas, balões, camisetas, apitos e buzinas -, que cumpriu um papel que talvez muitos outros trabalhadores não tenham percebido a importância. Para os organizadores dessa Marcha, as melhores respostas para enfrentar os efeitos da crise mundial vinda dos EUA são a preservação dos empregos e salários, garantidora da capacidade de consumo, e o desenvolvimento pleno do país. A Marcha fez a cobrança clara de que, se altas somas de dinheiro público estão salvando bancos, indústrias exportadoras e a agricultura, isso deve ter como contrapartida a manutenção do nível de emprego nas empresas beneficiadas.

O noticiário, a cada dia, fala de mais e mais demissões massivas, como recentemente na Vale do Rio Doce e nas montadoras de carros. No caso do serviço público, na surdina do Min. do Planejamento se movem intenções de atrasar o pagamento de reajustes salariais acertados em 2007-2008 e de cancelar concursos públicos.

Quem pode mais, chora menos, diz o ditado. Os ricos de lá e de cá, responsáveis pela crise iniciada nos países desenvolvidos, não admitem perder nada. Se os trabalhadores não ficarem alertas, não se mexerem, nos anos seguintes amargarão o pagamento não de um pato, mas de uma esquadrilha de patos decorrente da supercrise mundial. Por isso, manifestações dos trabalhadores como a Marcha de ontem na capital federal, tem importância evidente para repelir essa "conta" indesejada e injusta.

Convenção da negociação coletiva aprovada na CTASP

Um comentário:
Depois de anos de pressão, intensificada este ano pela atividade de algumas centrais sindicais, a Convenção 151 da OIT foi ontem aprovada pela Comissão de Trabalho e Assistência Social do Congresso Nacional. Essa Convenção estabelece a obrigatoriedade de negociações coletivas no serviço público, uma reivindicação antiga de quem está no RJU (Regime Jurídico Único). Mas a ratificação definitiva ainda precisa ser votada pelo Plenário do Congresso.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Quem pagará a farra dos ricos

2 comentários:
Hoje acontece a Marcha das Centrais Sindicais a Brasília, cujo objetivo principal é proclamar em alto e nítido som, diante dos ministérios e do Palácio do Planalto, que os trabalhadores e trabalhadoras não podem arcar com os custos da colossal crise econômica provocada pela orgia financeira nos grandes países. Estima-se que uns 15 mil ativistas protestem na capital federal.

A FASUBRA e diversos sindicatos de base reforçam a manifestação, levando suas bandeiras específicas, como o repúdio à Fundação estatal de Direito Privado, mas também porque a luta pelas Convenções 151 (garantia de negociação coletiva no serviço público) e 158 (proibição de demissão imotivada) interessa à categoria dos servidores técnico-administrativos.


Como já se esperava, sendo a prática despolitizada da atual Diretoria "Para Todos" do Sinditest, nem para todos nem para ninguém ela mexeu uma palha no sentido de organizar uma caravana que marcasse a presença dos técnicos da UFPR em Brasília. A Diretoria deve estar neste momento realizando intenso trabalho intelectual para organizar alguma festinha de fim de ano. Comemorem!!

Da conceituação abstrata às suspeitas concretas sobre o PL 92/2007

Um comentário:
Debate sobre Fundação Estatal de Direito Privado no HC contrapôs o linguajar tecnicista do Ministério do Planejamento aos questionamentos políticos da FASUBRA


Quase 200 pessoas acompanharam ontem, no Auditório do Setor de Saúde, o embate entre duas visões distintas sobre a resolução de problemas de financiamento e gestão de serviços públicos da área de Saúde e Educação. O Min. Planejamento esteve representado por um dos pais do Projeto de Fundação de Direito Privado (FeDP), Alexandre Kalil, que, abrindo o evento, provocou bom número de bocejos com sua exposição tecnicista baseada na leitura de uma demonstração em power-point sobre conceitos de direito administrativo; somente nos 10 minutos finais de uma fala total de 50 é que ele entrou diretamente na proposta contida no Projeto 92/2007.


A diretora da FASUBRA, Vera Lúcia, também fez longa exposição contestando diversos aspectos da proposta das FeDP, mas procurando dar um enfoque mais concreto a seus questionamentos, para que a platéia pudesse vislumbrar melhor o que poderá ser, na vida real, o funcionamento da tal Fundação atuando para gerenciar a prestação de serviços públicos, com foco principal na atividade de um hospital-escola público. Ela destacou que a FeDP parece ter como objetivo principal adaptar a prestação de serviços públicos à lógica do mercado, reduzindo custos principalmente pela facilidade em contratar e demitir trabalhadores já que o contrato é pela CLT, sem estabilidade. O Núcleo "Avançar na Luta" distribuiu aos participantes um documento denunciando que a FeDP é um "contrabando" trazido de volta da malfadada "Era FHC", embutindo a privatização disfarçada de serviços públicos.


Ficou patente, pelas reações da maioria do auditório, a desconfiança e rejeição da proposta defendida pelos Ministérios do Planejamento e da Saúde. Preocupante, porém, é que o Projeto 92/07 tem ampla chance de ser aprovado pela maioria dos deputados quando for a voto no Congresso, um prognóstico admitido com apreensão pela representante da FASUBRA e, da parte do membro do Planejamento, confirmado com mal disfarçada satisfação. O reitor nomeado Zaki Akel, patrocinador do debate, não se manifestou acerca do Projeto.


Portanto, é prioridade para o movimento sindical fazer o corpo-a-corpo com cada deputado, em cada estado, explicando os potenciais riscos à perda do caráter público de instituições com o advento da FeDP e cobrando seu futuro voto no Plenário do Congresso Nacional. Coisa que até agora, para os deputados do Paraná, a Direção do SINDITEST não mostrou a menor preocupação em planejar e realizar.

sábado, 29 de novembro de 2008

O que você precisa saber sobre a posição do novo reitor

3 comentários:

O cartaz acima foi copiado do ex-site de campanha do reitor nomeado Zaki Akel e divulga uma promoção "da gestão 2008-2012", um debate sobre um tema importante em pauta no Congresso Nacional e no movimento sindical, a proposta da chamada Fundação estatal de Direito Privado (FeDP do Projeto de Lei 92/07).



A FASUBRA já se declarou contra as FeDP nas áreas de Educação e Saúde e terá uma diretora sua na mesa para esclarecer o porquê. Defendendo o PL 92/07 estará um representante do Min. do Planejamento.



Contudo, tão importante quanto entender melhor o que é essa proposta de viés privatista dos tempos de FHC, ressuscitada pelo ministro Paulo Bernardo, é também cobrar e saber qual a posição do novo reitor eleito acerca da FeDP, especialmente a entrada desse modelo de gestão no HC. Durante a campanha, Zaki Akel desviou do tema e não declarou-se nem a favor nem contra. Aquele que dirigirá o Conselho Universitário não pode ficar em cima do muro e o Sinditest tem obrigação de extrair do reitor uma posição definida o quanto antes. Se o PL 92 for aprovado no Congresso e vier a transformação para o HC, o reitor irá dar de ombros e apenas dizer: "é lei, tenho de cumprir..." ??



sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Aniversário com a cachorrada

5 comentários:

A cachorrada mesmo fará aniversário de 3 anos em dezembro (clique aqui para rever o vídeo da lastimável "assembléia de compra"). Foi nesse mês de 2005 que uma antiga gestão "Para Todos" torrou 225 mil reais à vista, saídos do bolso de todos os filiados do Sinditest, para comprar um antigo canil que supostamente seria uma chácara. O objetivo presumível era esvaziar o caixa da entidade para atrapalhar a nova gestão que iria se iniciar (para o período 2006-2007).


Há um ano atrás, em 27/11/2007, uma assembléia geral condenou o negócio imobiliário realizado pela turma dos "Para Todos" e mandou vender imediatamente. Alguém sabe da conclusão da venda? Nenhuma notícia. Enquanto isso, os filiados amargam o mico da chácara-canil e a sede central da Av. Marechal fica sem as reformas necessárias.


Pior ainda, a gestão atual "Para Todos" coloca à venda a subsede da r. Dr. Faivre, sem pedir permissão à base (em 2007 a gestão "Novos Tempos" pretendeu vender essa mesma subsede central e a permissão foi negada, orientando para vender a inútil chácara-canil). E ninguém da atual diretoria "Para Todos" esclarece porque até agora o imóvel de Piraquara continua sem uso e sem venda, em prejuízo evidente para todos os associados. Os cachorros enterrados na "chácara" continuam na maior paz... comemorem!

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Saiu ontem a nomeação do reitor da UFPR

2 comentários:
Depois de toda a afobação que marcou a consulta direta para a nova Reitoria da UFPR promovida por dirigentes do Sinditest, e passados mais de dois meses da dita consulta, o MEC e a Presidência da República nomearam o novo reitor, mostrando que toda aquela pressa não tinha a menor razão. Abaixo o conteúdo do Diário Oficial de ontem (26/11):


MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

DECRETO DE 25 DE NOVEMBRO DE 2008

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso XXV, da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 16 da Lei nº 5.540, de 28 de novembro de 1968, resolve

N O M E A R
ZAKI AKEL SOBRINHO, Professor da Universidade Federal do Paraná, para exercer o cargo de Reitor da referida Universidade, com mandato de quatro anos.

Brasília, 25 de novembro de 2008; 187º da Independência e 120º da República.

LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA
Fernando Haddad

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Luta da meia-entrada vai ao plenário do Senado

Um comentário:
A Comissão de Educação (CE) do Senado aprovou nesta terça-feira (25) o projeto de lei de autoria do senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) que regulamenta a concessão da meia-entrada para estudantes. O substitutivo apresentado na semana passada pela relatora da proposta, senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), limita a concessão da meia-entrada a 40% do total dos ingressos disponíveis para cada evento.

A UNE que acompanha de perto a tramitação do Projeto de Lei 188/07, informa que entrará com um requerimento solicitando que o projeto seja votado no Plenário do Senado já que o PL tem caráter terminativo, com o apoio do senador Inácio Arruda (PCdoB-CE).

O objetivo é ampliar o debate sobre o ponto que define a cota de 40% dos ingressos disponíveis para estudantes. "Não concordamos, porque na materialização desta política, o direito à meia-entrada na prática será restrito. Isto porque não foi apresentado até agora um único mecanismo que garanta a transparência na venda destas cotas. A experiência nos mostra que, nos municípios onde há o sistema de cotas, elas não são asseguradas aos estudantes. Isto porque a fiscalização é impossível. O próprio setor do empresariado cultural e artístico admite que não há meios de assegurar o respeito às cotas de meia-entrada", garante a presidente da UNE, Lúcia Stumpf.

Para Lúcia, a criação do Conselho Nacional de Fiscalização composto por empresários, estudantes e o governo, e a emissão de um documento único de identificação estudantil pela Casa da Moeda, propostas da entidade inclusas no projeto aprovado nesta terça (25), seriam responsáveis pela diminuição do número de estudantes que acessam a meia-entrada.

A presidente da UNE reconhece que a falsificação de carteiras de estudante inviabilizou o trabalho dos empresários culturais, que aumentaram o valor do ingresso para dar conta dessa situação. Mas acredita que a regulamentação na emissão e distribuição do documento serão suficientes para coibir as falsificações.
---------------
Fonte: UNE

Cerimônia pública de posse do COREN-PR

2 comentários:
O companheiro Jorge Cavalim, servidor do HC e ligado ao Núcleo Avançar na Luta, eleito diretor do COREN-PR, avisa a todos do ato de posse pública da nova Diretoria do COREN, eleita pela Chapa 1. Estão convidados todos os enfermeiros, auxiliares, técnicos de enfermagem e amigos para comparecer à cerimônia de posse pública da nova diretoria, atuante até 2011.


A cerimônia será realizada no Salão de Atos do Parque Barigüi, em Curitiba (PR), na próxima quinta-feira (27/11), às 19 horas. Na ocasião, o Presidente Montgomery Pastorelo Benites ("Mero") apresentará as principais mudanças que serão implantadas ao decorrer dos três anos de mandato, para valorizar a enfermagem e tornar a atuação do Conselho mais justa e transparente.


O Núcleo Avançar na Luta saúda a posse e torce para que a diretoria nova consiga corresponder às necessidades e anseios da categoria de enfermagem por uma gestão democrática e sempre ciosa da defesa dos direitos dos trabalhadores da Saúde.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Marcha para dizer NÃO à conciliação com a crise do neoliberalismo

5 comentários:
A direção nacional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) definiu como prioridade número um de sua ação nos próximos dias a mobilização nacional para a 5ª Marcha da Classe Trabalhadora, convocada unitariamente pelas centrais sindicais e federações para 3 de dezembro em Brasília, sob a bandeira do “Desenvolvimento com valorização do trabalho”.

A Marcha cresce em importância devido à crise econômica irradiada dos EUA, cujos efeitos no Brasil podem afetar seriamente os direitos e interesses da classe trabalhadora, reduzir o ritmo de crescimento da economia nacional, elevar o nível de desemprego, arrochar salários e ameaçar ganhos do funcionalismo. Constitui, por isto, uma séria ameaça às modestas conquistas sociais obtidas nos governos Lula.


Proclamamos que os ricos devem pagar a conta da crise, mas não devemos esperar que isto ocorra espontaneamente. Barack Obama, futuro presidente dos EUA, que se vire lá com os problemas que a desgraçada administração Bush criou para os americanos, mas não venha querer recuperar seu país explorando ainda mais as nações em desenvolvimento. É preciso lutar para evitar que o ônus recaia sobre os trabalhadores. A marcha deve ser um momento alto desta luta. Daí a necessidade de uma grande mobilização, que ocorre tanto por bandeiras amplas gerais até as mais específicas, como a luta contra o Projeto das Fundações de Direito Privado que assediam o caráter público do HC. Em Brasília é preciso dizer ao Governo Lula que basta de vacilações e de conciliação com os nichos neoliberais que ainda se mantém no Planalto, desde já dando um pé no traseiro do mega-banqueiro presidente do BC, sr. Henrique Meirelles.

-------------------------------

Com informações do Portal da CTB

Estranho incêndio na casa de praia do Sinditest em Itapoá

5 comentários:
Causou surpresa na manhã de hoje a notícia, no site do Sinditest, de que ocorreu um incêndio na sede de Itapoá. A matéria veiculada pela Diretoria diz que o acidente, ocorrido na noite da última sexta-feira (21/11), teria sido causado por um curto-circuito num dos quartos, atribuindo essa alegação de causa ao Corpo de Bombeiros. Porém, a Diretoria "Para Todos" acrescenta que o curto-circuito seria decorrente "das precárias instalações elétricas feitas na reforma" [a reforma feita pela diretoria anterior em 2006-2007].


Estranha-se, contudo, que um acidente que se atribui à sobrecarga da instalação elétrica aconteça em época em que ainda não há ocupação massiva da casa de praia e que, em períodos de ocupação intensa (como nas férias de início de ano de 2007 e de 2008), tal problema já não tivesse aparecido, como seria de esperar se as instalações elétricas realmente estivessem precárias. Registre-se que os chuveiros de Itapoá não são elétricos, mas aquecidos por energia solar, uma fator de redução da carga elétrica. Ainda assim, é fato conhecido como os materiais deterioram-se mais facilmente nas áreas litorâneas, e mesmo elementos elétricos de apropriada especificação podem-se danificar com o passar do tempo nesse tipo de local.


A matéria da Diretoria do Sinditest não esclarece muita coisa, nem diz se alguém ocupava o quarto onde começou o incêndio, se ali teria acontecido um uso incorreto de energia elétrica, ou alguma outra imperícia ou negligência. Por ora, o que aparenta a notícia é pretender acusar, sem prova clara, uma suposta negligência da gestão anterior e, assim, ela inscreve-se apenas no rol das picuinhas que a atual Diretoria inepta "Para Todos" resolve jogar nas costas dos adversários. Só se espera que tal atitude não prejudique as férias de praia dos filiados do Sinditest.

domingo, 23 de novembro de 2008

2 comentários:

VIGÍLIA EM SOLIDARIEDADE ÀS MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA SEXUAL E DOMÉSTICA EM CURITIBA

Compareça à vigília na Praça Tiradentes, em frente à Catedral, dia 25/11 (terça), das 18 às 22 horas. Leve uma vela, vista uma roupa branca, coloque uma tarja preta no braço, leve um cartaz ou faixa de protesto. Contamos com você nesta manifestação.

As entidades do movimento social, movimento feminista e de mulheres abaixo enumeradas vem a público convocar toda a população curitibana para um ATO PÚBLICO EM REPÚDIO À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES, dia 25 de novembro de 2008. Nesta data, mulheres do mundo inteiro realizam atos e manifestações contra a violência doméstica, familiar e sexual.
O silêncio é cúmplice da violência e pai da impunidade. Por isso mesmo, é fundamental que nós, mulheres, levantemos nossa voz para denunciar a violência contra a mulher que ainda ocorre em silêncio em tantos lares e no conjunto da sociedade.
Não isentaremos mais o Estado da responsabilidade pelos "crimes passionais" e muito menos aceitaremos a desculpa vaga do aspecto "cultural". Sabemos que a cultura, porque é resultado da ação humana em sociedade, também pode ser mudada. A sociedade inteira é chamada a rejeitar esses atos de violência, e para isso, tem que transformar a educação e a inércia social que ainda legitimam o "machismo cultural".
Estudos apontam que uma mulher é espancada a cada 15 segundos no Brasil e ao menos 33% das mulheres já sofreram algum tipo de violência física.
Em Curitiba em média 4 mulheres são assassinadas por mês e no Paraná, excluindo a capital, mais 16 mulheres morrem vítimas de agressão por mês.

Por RACHEL, por LAVÍNIA, recentemente assassinadas em Curitiba... por nossas filhas, irmãs, mães, tias, avós, cunhadas. Por nós, vamos realizar um grande protesto público, vamos manifestar nosso repúdio a toda forma de violência contra as mulheres e contra as meninas!

Pelo direito a uma vida sem violência!
Pela implementação da Lei Maria da Penha!
---------------------------------------------
Rede Feminista de Saúde/Regional Paraná, União Brasileira de Mulheres - UBM/PR, APP-Sindicato, Marcha Mundial das Mulheres, Articulação de Mulheres Brasileiras, ABENFO/PR, Fórum Popular de Mulheres, Rede Mulheres Negras/PR, Comitê de Luta pela Legalização do Aborto, CEFÚRIA, CRESS-PR, CASLA, CMS, CEPAT, CTB-PR, CUT/PR, IDHEA, Mandato Vereadora Josete, SEEB-Curitiba, FETEC, Secretaria de Mulheres do PCdoB/PR, Transgrupo Marcela Prado, Artemis, SISMMAC (Sindicato do Magistério Municipal de Curitiba), SISMUC (Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba), OAB, SindSaúde/PR.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Membros da CIS empossados hoje

4 comentários:
Após atraso de duas semanas em relação à data original, na manhã de hoje tomaram posse, para um mandato de 3 anos na Comissão de Supervisão de Carreira dos Técnicos (CIS-UFPR), as 8 servidoras e 3 servidores eleitos em 29/10. A cerimônia aconteceu no gabinete da reitora em exercício, Márcia Mendonça, que oficializou a nova CIS, secundada pelo reitor eleito Zaki Akel.

O Núcleo Avançar na Luta parabeniza a nova CIS, em especial nossa companheira Rita Kavulak (na foto acima, a terceira, da esquerda para a direita), esperando que ela e os novos membros consigam extrair do PCCTAE suas potencialidades para um pleno desenvolvimento de carreira de todos os técnicos em Educação da UFPR.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Imóvel com melhor financiamento para servidor público federal

Nenhum comentário:
O Governo Federal, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil formaram parceria para viabilizar ao funcionalismo público federal (ativos, aposentados e pensionistas, num total de mais de 1,3 milhão de pessoas) acesso à aquisição de casa própria em condições menos duras que as do livre mercado. Um montante de R$ 4 bilhões será posto à disposição para atender aos servidores.


Entre as principais vantagens estão a facilidade de acesso ao crédito, que pode ser concedido pela internet; juros mais baixos; carência de seis meses para o pagamento da primeira prestação; compra do segundo imóvel da família; e prazos até 30 anos para quitação.


Leia mais detalhes
clicando aqui.

Meia-entrada: mais uma batalha hoje

4 comentários:
Pode subir bastante a temperatura na reunião da Comissão de Educação do Senado nesta terça-feira, 18/11. Será ali votado o projeto do tucanão Eduardo Azeredo, senador do PSDB mineiro, que pretende regulamentar a meia-entrada estudantil impondo uma cota máxima de 40% do total dos ingressos disponíveis para cada evento a estudantes e idosos. A UNE apóia a regulamentação, mas critica qualquer restrição. “Regulamentar sim, restringir não. Nossa meta é inviabilizar a aprovação do projeto original”, informou a presidente da UNE, Lúcia Stumpf.

“Estamos conversando com os membros da Comissão para que apresentem vistas, ou emendas, ou ainda substitutivo ao projeto original. Assim ele não poderá ser aprovado amanhã (hoje)”, disse Lúcia. Segundo ela, cerca de 100 estudantes de diversas escolas e universidades deverão acompanhar a sessão. Em nota, a UNE e a Ubes (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) disseram apoiar a tentativa do parlamento brasileiro de regulamentar a emissão do documento, “que de fato se faz necessária”, mas discordam radicalmente que esse direito conquistado seja agora limitado.

Com a mobilização em defesa de seus direitos, os estudantes dão exemplo do que deveria estar fazendo o movimento sindical das IFES para barrar o Projeto 92/07 das Fundações de Direito Privado: vigiar e pressionar os parlamentares, que são os que decidem a lei. Não é por falta de falar e propor que o movimento da UFPR nada faz nesse sentido, pois tais ações sobre deputados federais já foram sugeridas por este Núcleo (ver matérias de 14 e de 28/10/08 neste blog) e aprovadas em Assembléia Geral do Sinditest de outubro. Falta a disposição política de encaminhar e lutar da Direção “Para Todos” do sindicato.

Leia mais sobre a luta da UNE pela meia-entrada clicando aqui e também no site da UNE/UBES.


China, socialismo e crise capitalista em debate

Um comentário:

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Foi bonita a festa, pá. Ampla e fraternal

Um comentário:

Os(as) participantes do Núcleo Avançar na Luta formam, parodiando Pablo Neruda, "uma boa família". Um convívio alegre e fraternal, como deve ocorrer entre trabalhadores(as) que lutam por uma causa comum. E nesse meio não pode haver espaço para dogmatismos, intolerâncias, sectarismos. Na festa da quinta passada ficamos contentes por receber companheiros(as) que não necessariamente partilham de todas as nossas idéias, mas que são muito boa gente.

Núcleo Avançar na Luta comemora 1 ano de seu blog e anuncia novo site

2 comentários:

Na última quinta-feira, ficou marcado o aniversário de 1 ano de existência do blog "Avançar na Luta", com uma festa no salão social da ASUFEPAR. Membros do Núcleo de base cetebista e convidados, em meio à degustação de espetinhos bem temperados e do chope geladinho, cantaram parabéns pela iniciativa do blog que já colocou na internet mais de 200 textos e recebeu mais de 16 mil acessos desde novembro de 2007. O ambiente estava caloroso e a festa tão animada que o karaokê montado num canto do salão varou a meia-noite.

Na ocasião, foi anunciado o novo nome que dará acesso ao blog, o endereço http://www.naluta.net. O novo endereço é mais curto e simples para lembrar e digitar, mas o conteúdo continuará incisivo nas críticas e cobranças sobre dirigentes sindicais e universitários da UFPR e UTFPR, além de manter informações que interessem aos trabalhadores das universidades.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

A UFPR merece respeito, planejamento e... ?

Nenhum comentário:

A consulta direta para reitor ocorreu em 10 de setembro, a elaboração da lista tríplice no COUN encabeçada pelo vencedor da consulta deu-se em 30 do mesmo mês. Até agora não se tem notícia da data de empossamento do novo reitor Zaki Akel pelo MEC. Alguns falam na data histórica da fundação da Universidade, em 19/12.


Nesse meio-tempo, um tanto morno, sem maiores novidades internas, de um lado o reitor eleito faz numerosas reuniões de planejamento estratégico sobre diversas áreas de gestão da UFPR, convidando membros da comunidade acadêmica para se engajarem nos grupos temáticos de diagnóstico e propostas, como se pode ver em seu antigo site de campanha.


De outro, o ex-candidato Cid Aimbire - que, após o resultado da eleição relançou seu blog de campanha como um site de reflexões sobre a Universidade sob o nome de
"A UFPR merece respeito" - publicou apenas duas matérias (a última em 22/09) e mantém silêncio até agora, possivelmente à espera dos primeiros passos da gestão zakiana para emitir mais opiniões.


De nossa parte, concordamos que a UFPR é digna de respeito, de ser objeto de um planejamento responsável, mas, fundamentalmente, tem que estar claro que papel ela joga, como universidade pública, para ser um dos pilares de um outro projeto de desenvolvimento nacional. O projeto atual, ainda marcado por muitos traços neoliberais, no qual o Governo Lula receia mexer em profundidade, não avança e até retrocederá nestes tempos de severíssima crise econômica do sistema capitalista mundial. Ou seja, a UFPR merece respeito, planejamento, mas, sobretudo, inserção bem definida num novo projeto nacional político-econômico-social. O qual se gesta fora e dentro da Universidade Pública, via debates democráticos e lutas político-sociais.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Feriados e feriadões de 2009

Nenhum comentário:
Já que as férias e um Novo Ano se aproximam, vale a pena conferir a Portaria do Min. do Planejamento orientando os dias de feriados e pontos facultativos do serviço público para 2009. Haverá mais feriadões do que em 2008. Em tempos de crise econômica mundial, ao menos o consolo dessa notícia... Veja as datas definidas pela Portaria 525/2008:


I - 1º de janeiro (Quarta), Confraternização Universal (feriado nacional);

II - 23 de fevereiro (Segunda), Carnaval (ponto facultativo);
III - 24 de fevereiro (Terça), Carnaval (ponto facultativo);
IV - 25 de fevereiro, Quarta-feira de Cinzas (ponto facultativo até as 14 horas);

V - 10 de abril (Sexta), Paixão de Cristo (ponto facultativo);
VI - 21 de abril (Segunda), Tiradentes (feriado nacional);

VII - 1º de maio (Sexta), Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional);

VIII - 11 de junho (Quarta), Corpus Christi (ponto facultativo);

IX - 7 de setembro (Segunda), Independência do Brasil (feriado nacional);

X - 12 de outubro (Segunda), Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional);
XI - 26 de outubro (Segunda), Dia do Servidor Público - art. 236 da Lei nº 8.112, de 11 de
dezembro de 1990 (ponto facultativo) comemoração antecipada do dia 28 de outubro;

XII - 2 de novembro (segunda), Finados (feriado nacional);
XIII - 15 de novembro (Domingo), Proclamação da República (feriado nacional);

XIV - 24 de dezembro (Quarta), véspera do Natal (ponto facultativo após as 14 horas);
XV - 25 de dezembro (Quinta), Natal (feriado nacional); e
XVI - 31 de dezembro (Quarta), véspera de Ano Novo (ponto facultativo após as 14 horas).

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Blog Avançar na Luta faz aniversário. Vamos comemorar!

Nenhum comentário:
O Núcleo de Base da CTB "Avançar na Luta", formado a partir da "Chapa 1" que concorreu ao Sinditest em fins de 2007, comemora com amigas e amigos um feito no próximo dia 13/11. Fará um ano que surgiu, de modo inédito no movimento sindical da UFPR, como site de referência de informações e opinião, o blog "Avançar na Luta".

Mesmo sem vencer a eleição sindical de 2007, o blog se manteve ativo e ajudou a informar boa parte da categoria da UFPR, FUNPAR e UTFPR (também muitos outros pontos do Brasil) que usa a internet para se orientar, atestado pelos seus mais de 16 mil acessos ao longo de um ano de existência. Para um modesto site mantido por uma corrente de opinião, isso é uma vitória também, motivo para festa.


Por isso, no próximo dia 13 de novembro, quinta-feira, à noite, no Salão Social da ASUFEPAR (sede do Jardim das Américas), o Núcleo "Avançar na Luta" recebe amigos para comemorar o aniversário de 1 ano do blog, ocasião em que será lançado o novo nome para o site. Contate a direção do Núcleo "Avançar" e pegue seu convite.

O assédio de um excesso de energia e vontade...

2 comentários:

Ilustração do afinco da Diretoria "Para Todos" do Sinditest preparando a Marcha a Brasília, para lutar contra a Fundação de Direito Privado (PL 92/07), programada para 3 de dezembro junto com as Centrais Sindicais. Os tais da "oposição - uaaaahh - pra valer".

sábado, 8 de novembro de 2008

Resultado da eleição do DCE da UFPR

Nenhum comentário:
Segundo informação do site do DCE da UFPR, a maioria dos estudantes elegeu a chapa "Pés no campus", como se vê abaixo na votação das 3 chapas:

1]Pés no campus: 3356 votos;
2]Cantamos porque o grito só não basta: 2156 votos;
3]Apenas Começamos: 232 votos;
4]Brancos e Nulos: 136.


O total de votantes foi de 6.399. Baixo quorum. O Movimento Estudantil já foi muito melhor...
O resultado parece sinalizar que o pessoal que adota a política da "invasão [da Reitoria] pela invasão" foi rejeitado.

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Fim de feira e nova gestão da Reitoria

Um comentário:
Lembram no começo deste semestre como se falava da urgência legalista para escolher o novo reitor da UFPR? 60 dias, mês de agosto,tem que ser logo etc e tal. A própria Comissão das entidades, organizadora da consulta direta, assimilou o argumento e fez uma eleição com cerca de um mês de preparação e debates. Estava servindo ao projeto de alguma candidatura ou era bobeira mesmo?

O curioso é que agora, passada a consulta direta e a reunião do Colégio Eleitoral da UFPR que fez a lista tríplice em 30 de setembro, tudo aquilo que afligia tanto acerca da falta de governante definitivo para a UFPR (já que a vice Márcia é apenas estepe mesmo) não mais parece ser premente. Não se sabe quando será a posse do reitor, mas se fala que o professor Zaki não quer assumir os pepinos de fim de feira da gestão Moreira/Márcia e só tomaria posse em janeiro. Do MEC nada se sabe ainda. Enquanto isso, estouram prazos de projetos de aplicação de recursos do REUNI, mas the best managers do Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, que passarão a dirigir a UFPR no novo reinado zakiano, não estão nem aí.

Interessante então pensar agora o que moveu os diretores das entidades a reivindicar tanta pressa para fazer a eleição direta do reitor, não acham? Com a palavra, os puxa-zakistas...

Assembléia sindical só no final de semana?

Nenhum comentário:
Esta saiu anteontem num blog do jornal "Correio Braziliense". Uma Portaria da Secretaria da Fazenda do Distrito Federal proíbe o servidor de participar de assembléias em horário de trabalho. Dizem dois artigos da determinação legal:

1º - Fica vedado ao servidor ocupante de cargo de chefia liberar servidor subordinado para participar de assembléia, reunião ou encontro de natureza sindical ou associativa em horário incompatível com o expediente normal da repartição.


2º - Caso o servidor participe dos eventos em horário incompatível, por período diário igual ou superior a 60 minutos, deverá ser feito o registro da quantidade de minutos não trabalhados no campo "observações" da folha de presença, para efeito de imposição do desconto.

A informação saiu no Blog do Servidor, mas, pelo que entendemos, restringe-se aos servidores do Distrito Federal. Contudo, já pensou se a moda pega? Considerando que o nosso ministrinho neoliberal do Planejamento é também o inspirador de um Projeto de Lei que regula a greve de servidores, e na prática a impede, somos gatos escaldados. Uma Portaria assim viria a calhar bem para a atual Diretoria do Sinditest, não muito chegada a convocar assembléias...

---------------------------------------------------------------------
Com informações do "Blog do Servidor"/Correio Braziliense



quarta-feira, 5 de novembro de 2008

O fim da odiosa "Era Bush"

Nenhum comentário:
"Mudança, nós precisamos" - com esse slogan o senador Barack Obama fez sua campanha a presidente dos EUA, derrotando na eleição de ontem o candidato do Partido de George Bush Jr.

Mencionamos o acontecimento porque aos trabalhadores do mundo inteiro não é um aspecto que "tanto faz" quem ocupa o trono do que na prática é um cargo de "imperador" do planeta Terra. A eleição de 4/11/08 foi histórica, e deve trazer mudanças no mundo.


Chega ao fim o reinado de Bush Jr., o presidente mais estúpido da história norte-americana. Um dos mais mentirosos. O que levou os EUA à recessão brutal e ameaça arrastar o resto do mundo a graus variáveis de crise econômica. Um dos mais belicistas, com suas guerras "preventivas" e a invasão militar de países soberanos.


Bush Jr. é a apropriada expressão caricata da turma ultra-fundamentalista que tomou conta do governo dos EUA. Uma turma que prega raivosamente dois fundamentalismos: a visão neoliberal do livre-mercado e a idéia religiosa de que os EUA e seu povo são os únicos "escolhidos" de Deus na Terra. A doutrina do livre-mercado sem quaisquer controles levou à atual supercrise financeira, produzindo despejos e desemprego massivos entre trabalhadores americanos. A visão religiosa conservadora faz com que americanos se achem donos da verdade sempre, justifica as guerras, gera ataques à Ciência e retrocessos absurdos na Educação Pública americana (como o ensino do criacionismo).


A maioria dos americanos, contudo, mostrou estar muito descontente com os rumos do fundamentalismo Bushiano ao longo dos últimos 8 anos. Por isso, elegeu o primeiro presidente mestiço daquele país e apetrechado de sólida formação acadêmica (ao contrário do imbecil Bush). Querem mudança, mas ainda não está claro como ela será. Como o presidente da república situa-se no topo de uma engrenagem estatal capitalista-imperialista, é difícil que se produzam alterações significativas desse sistema. Talvez mais para a situação interna daquele país, e pouca coisa mude na política exterior. Afinal, inspirando os dirigentes do aparato imperialista norte-americano continua firme a Doutrina Monroe: "abra sempre um largo sorriso, mas carregue sempre um grande porrete". O tempo dirá o quanto o presidente Obama, nas relações com os demais países, pretende sorrir mais ou recorrer ao porrete escondido.
Não somos porém míopes ao ponto de martelar aquela conversa de que Obama e McCain são "farinha do mesmo saco". Não são. Além disso, o que mais este post quer é comemorar o fim do regime mais agressivo, incapaz, mentiroso e antipopular da república norte-americana.

domingo, 2 de novembro de 2008

Tucano quer limitar direito estudantil à meia-entrada

2 comentários:
Tinha que ser um membro do PSDB para propor um projeto que, pretendendo regulamentar a identificação estudantil, acaba restringindo o direito historicamente conquistado pelo movimento estudantil à meia-entrada em eventos culturais e de lazer. O senador Eduardo Azeredo (tucano de Minas Gerais) mandou ao Congresso um projeto que quer proibir o uso da carteira da UNE/UBES nos finais de semana.

Os idosos também se ferram no bico do tucano. A proposta também vale para o direito concedido às pessoas com mais de 60 anos de idade. Em nota, a UNE e a UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) prometeram protestos em defesa do direito. Entre outras coisas, o texto estabelece que a meia-entrada não valerá nos cinemas em finais de semana e feriados locais ou nacionais. Para todos os outros eventos, como peças teatrais e shows, a meia-entrada não valerá de quinta-feira a sábado, se o projeto for aprovado. Leia mais sobre o assunto clicando aqui.

sábado, 1 de novembro de 2008

Entreguemo-nos aos administradores

6 comentários:
Rola um debate na rádio CBN, sábado de manhã, sobre as perspectivas de emprego no Brasil diante do cenário de mega-crise financeira mundial. Um dos debatedores, o futuro reitor da UFPR, Zaki Akel, lasca no ouvido da audiência a pérola do mais avançado pensamento político e sociológico:

"Costuma-se dizer que o Brasil era um país subdesenvolvido. Não é subdesenvolvido, é um país sub-administrado."


Então, está bem! Administradores são entes puros e neutros, pairando acima das classes da sociedade, desprovidos de interesses que não os do "melhor resultado gerencial" para todos. Não é preciso ter um posicionamento político nem encampar um projeto de desenvolvimento soberano para o país. OK, entreguemo-nos, pois, aos conselhos e medidas da turma do management baseada no Setor de Ciências Sociais Aplicadas...

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Patrimônio do Sinditest à venda sem discutir com a base

7 comentários:
Setembro de 2007. A gestão presidida por José Carlos Belotto chama assembléia geral para autorizar a venda da subsede do Sinditest localizada na esquina da R. Com. Macedo com Dr. Faivre. O objetivo era gerar caixa para reformar e regularizar perante a Prefeitura a sede principal da Av. Mal. Deodoro, ameaçada de multa por causa da construção irregular do chamado "salão social".


Os servidores que hoje compõem a gestão "Para Todos" do Sinditest se opuseram ferozmente à venda daquela subsede, chegando ao ponto de procurar bloqueá-la no cartório. Com tranquilidade, Belotto recuou de sua proposta original e a partir daí o debate passou a ser vender o grande mico da "chácara-canil". A discussão sobre a inutilidade e irregularidade na compra da tal chácara em Piraquara prosseguiu por 2 meses, até que a Assembléia Geral de 27/11/2007 aprovou por ampla maioria colocar aquele imóvel à venda. A venda não ocorreu até hoje, passados 11 meses.


Entretanto, o que nos últimos dia passou-se a ver na subsede da R. Dr. Faivre? Uma placa de "Apolar VENDE", como aparece na foto (clique aqui e veja a oferta no site da Apolar). O que é isso? As pessoas que brigaram tanto em 2007 para conservar esse imóvel central agora mudaram de idéia? Não viabilizam a venda do elefante branco que é a chácara e resolveram pedir 310 mil reais por uma casa que podia estar sendo usada para algum benefício dos filiados?


Lembramos que em outubro/2007 a subsede da Dr. Faivre foi inaugurada pela gestão de Belotto como "Casa do Servidor", para ser usada como opção barata de pousada para colegas que viessem do interior. A atual gestão "Para Todos" preferiu desativar a "Casa do Servidor", fechar sua lanchonete, trancar a subsede sem usá-la e agora colocam à venda. A Diretoria do Sinditest deve explicar a decisão unilateral para toda a categoria, assim como o porquê de não viabilizar a venda da "chácara"-mico.

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Resultado da eleição da CIS

4 comentários:

RITA KAVULAK, DO NÚCLEO AVANÇAR NA LUTA, A MAIS VOTADA

Terminou às 23 horas de ontem a apuração dos votos da eleição que renovou os membros da Comissão de Supervisão Interna da Carreira (CIS) da UFPR. Dentre 7 candidaturas de homens e 10 de mulheres, os eleitores escolheram uma maioria de mulheres para cuidar dos assuntos ligados ao novo Plano de Carreira (PCCTAE): serão 8 servidoras e 3 servidores, que tomarão posse no próximo dia 5/11, para um mandato de 3 anos.


Durante a campanha, e notando-se o baixo número de trabalhadores(as) que compareceram ontem para votar (pouco mais de mil), verifica-se que, além de ter sido um processo fracamente divulgado pelo Sinditest, muitas pessoas da categoria ainda não fazem idéia da importância da CIS para sua vida funcional dentro da UFPR. Conscientizar melhor a todos sobre as questões da carreira, como fator fundamental para que lutem por sua melhoria, é um dos grandes desafios da nova Comissão.


O Núcleo Avançar na Luta parabeniza as eleitas e eleitos, em especial sua militante Rita, primeira colocada na disputa, desde já agradecendo em nome dela os votos confiados à sua proposta de trabalho e de luta para a CIS.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Eleição da CIS hoje - vamos votar na Rita

Nenhum comentário:
Apesar de muito mal divulgada e esclarecida pela direção do Sinditest e pela Comissão Eleitoral, acontece hoje na UFPR a eleição dos membros da Comissão que supervisiona a implementação do Plano de Carreira dos Técnicos, a CIS. Deve começar às 8 da manhã e se encerrar às 17 horas na maioria dos locais, e às 8 da noite no HC. Por lei, deve-se votar em apenas UM NOME.

O nome que indicamos é o da companheira RITA KAVULAK, analista de tecnologia da informação, lotada no Centro Politécnico.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

2010: Governo não cumprirá o reajuste do Acordo da Greve de 2007

Um comentário:
Todos os dias, todos os meios de comunicação falam da supercrise financeira mundial iniciada nos EUA em 2007, um tema que parece "grego" de tão complicado de entender. Estamos quase no fim de 2008 e ninguém – absolutamente ninguém – se atreve a dizer qual a profundidade e a duração da tal crise, que fez virar fumaça em poucas semanas trilhões de dólares. Só que ela durará mais que esses 2 anos. E o desfecho é desconhecido.

Há 1 mês o presidente Lula dizia que isso era só uma "marola" que pouco balançaria o seguríssimo barco brasileiro. Agora já não fala mais assim e seu ministro do planejamento já usa em entrevistas frases como "se for preciso enfiar a faca, vamos enfiar" (clique aqui para ver a reportagem onde ele afirma isso). Quer dizer, cortará despesas que julgar menos importantes, como as da folha do funcionalismo. Os servidores públicos já tem experiência com os lances e ameaças da tal "faca".


Lembram da novela do começo deste ano para pagar a primeira parte do Acordo da Greve de 2007? Por causa do fim da CPMF, tirando R$ 40 bilhões da receita do Governo Federal, o Ministério do Planejamento ficou meses alegando que não poderia cumprir o prazo de pagamento do reajuste de 2008 acertado na Greve do ano anterior. Afinal pagou, mas ainda sobra confusão com a Medida Provisória.


Agora, o raciocínio é simples. Se este ano a economia do Brasil crescerá ainda bem (uns 5%), em 2009 arrisca crescer menos - de 3 a 3,5%. A supercrise mundial afetará para valer o crescimento econômico brasileiro em 2010 e o governo dirá que sua arrecadação de impostos caiu por causa do esfriamento das economias mundial e nacional. Consequência: ao fazer o orçamento para 2010 – que deve incluir o dinheiro para a parte final do reajuste do acordo da greve – o sr. Paulo Bernardo vai usar sem dó sua faquinha, "em nome do equilíbrio orçamentário". E os servidores poderão ver de fato o descumprimento da palavra do governo, ficando com os bolsos a ver navios. E facas, faquinhas e facões.

Sugestões à Diretoria do Sinditest

Um comentário:


Pode parecer - a quem passe os olhos rapidamente por este blog - que, sendo de oposição à Diretoria "Para Todos" do Sinditest, somente lance críticas. Desfiamos as críticas e cobranças necessárias, mas também fazemos propostas, infelizmente em geral ignoradas ou repelidas pela direção sindical.



Neste momento, a FASUBRA e seus sindicatos defrontam-se com a derrubada do mecanismo do "step" constante na tabela salarial (um tremendo risco seja para o cumprimento completo do Acordo da Greve de 2007 e para futuros acordos) e com a ameaça do privatizante Projeto de Lei 92/2007 das Fundações de Direito Privado (FDP). Para enfrentar isso, a recente Plenária da FASUBRA, em 17-18/10, aprovou uma série de propostas de mobilização, inclusive anexando uma que foi apresentada na última assembléia do Sinditest (de 14/10).



Referimo-nos à marcação cerrada sobre cada deputado federal(*) que irá votar o PL 92/2007 no plenário do Congresso (pode ser votado ainda este ano). É importante que os deputados saibam que seu voto será acompanhado por cada técnico (futuro eleitor em 2010...) em cada Universidade Pública deste país.



Para baratear custos e facilitar o deslocamento do placar "gigante" com os nomes dos parlamentares (clique aqui para a lista completa da Câmara), sugerimos que ele seja feito na forma de banner de plástico com uma moldura de madeira, que possa ser pendurado ou então erguido sobre cavaletes desmontáveis. A proposta inicial era colocar o placar fixo diante do HC e ir interrogando, semana após semana, cada deputado sobre o que acha do PL 92 – contra, a favor, ou ainda indeciso. Mas um material de agitação desse tipo, fixo na frente do HC, pode ser depredado ou subtraído pela direção do hospital (como aconteceu aliás na Greve de 2007). Mais fácil é fazer uma concentração uma vez por semana com um placar móvel, que pode ir do HC para a Reitoria, depois para a praça Santos Andrade etc. Certamente, o material não deve ser pesado para transportar e seu custo não é alto.



Existe também – para esclarecer amplamente porque é nociva a proposta de adoção de FDPs no setor público – uma cartilha preparada pela FASUBRA, que pode ser baixada do seu site na internet (clique aqui) e reimpressa por cada sindicato de base. Propomos que se inclua no final da cartilha a lista de todos os deputados federais do Paraná, com respectivos telefones e e-mails, ao lado de uma tabela onde cada servidor possa assinalar como cada deputado se posiciona quanto ao Projeto 92 da FDP. Quando houver de fato a votação no Congresso, confere-se o voto de cada um, e guarda-se bem para – em 2010, ano de eleição de presidente e deputados – lembrar quem foi a favor do fortalecimento do Estado para prover as políticas públicas e quem foi a favor do chamado "Estado mínimo" proposto pela doutrina neoliberal.



Por fim, confiaremos e esperaremos que, desta vez, a Diretoria do Sinditest se empenhe em organizar e enviar mesmo uma grande caravana de manifestantes da UFPR para a Marcha a Brasília contra o PL 92/2007, a ocorrer no próximo dia 3 de dezembro. Os prédios dos ministérios (principalmente os do Planejamento e da Saúde) na Esplanada e o Congresso Nacional tem que ouvir bem alto o grito dos trabalhadores e trabalhadoras que não aceitam que as políticas de Educação e Saúde fiquem à mercê de interesses não-públicos.


------------------

(*)Na lista ilustrada acima, ainda consta o nome do dep. Max Rosenmann, falecido no último sábado; seu substituto será André Zacharow.

sábado, 25 de outubro de 2008

Representantes

Um comentário:
Na Assembléia do Sinditest de 02/10, no HC, o sr. Dr. Antonio Neris de Souza disse que as oito servidoras representantes da categoria no Conselho Universitário (CoUn) eram "o mesmo que nada" e que sentia "vergonha" da atuação delas. Com essa agressão tentou ridicularizar sua colega de HC, Leomar, perante mais de 100 pessoas na assembléia.


Em tempo: o que as servidoras atuantes no CoUn pensam da qualidade de representação do sr. Dr. Antonio Neris como membro da C.I.S. e da diretoria do Sinditest?

Gula por mandato

Nenhum comentário:
Vejam só: há 17 candidaturas inscritas para disputar as 10 vagas da Comissão de Carreira (CIS) no próximo dia 29. Dessas, quatro são de atuais diretores da gestão "Para Todos" do Sinditest: Antonio Neris, Antonio Carneiro, Márcia Messias e Ernani Borelli. O vice-presidente, Dr. Antonio Neris, tem mandato sindical até dezembro de 2009, assim como os outros três. Ele e Antonio Carneiro já são membros da CIS e concorrem à reeleição para mais três anos.

Haja gula por mandatos. Quase não sobra espaço para o surgimento de novos ativistas nesse movimento sindical.

Fundação de Direito Privado no HC: vem aí mais uma marcha de protesto até Brasília

2 comentários:
Amanhã se conclui de vez o processo eleitoral municipal, com a realização do 2o. turno em várias cidades do país. Além de ser importante entender o novo mapa político que se desenhará, isso também deve servir de alerta ao movimento sindical para outro aspecto: os deputados federais, que pararam a maior parte dos trabalhos no Congresso para fazer campanha, logo voltarão a Brasília e retomarão as votações.



Logo, o Projeto de Lei 92/2007 que institui as Fundações de Direito Privado (FDP) poderá ser colocado em pauta ainda este ano. Liso como já tramitou em duas Comissões do Congresso, aprovado praticamente sem grandes obstáculos, está na bica para ser referendado por boa parte da base aliada do governo e pelos oposicionistas.



A menos que haja o levante de um clamor significativo em contrário vindo das entidades do movimento sindical e social. Por isso, a recente Plenária da FASUBRA já convocou todos os seus sindicatos de base para uma Marcha a Brasília contra o PL 92, a ocorrer dia 3 de dezembro. É preciso fazer ressoar alto nas bases dos estados e em Brasília o repúdio a esse projeto-zumbi, cadáver gerencial inventado nos tempos de FHC e desenterrado pelo Ministério do Planejamento.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Plenária da FASUBRA decreta "estado de greve"

Um comentário:
O veto do governo federal ao "step" constante na tabela salarial dos técnicos em Educação provocou debates efervescentes na recente Plenária Nacional da FASUBRA ocorrida em 17-18 de outubro. Houve forte discussão entre as lideranças sindicais, em que se acusaram alguns membros mais ligados ao Governo federal (das correntes "Tribo" e CSD) de saberem previamente que ocorreria veto ao dispositivo do step constante e não terem avisado toda a FASUBRA. A CSC/CTB, à qual se liga este Núcleo "Avançar na Luta", também protestou duramente contra a atitude do governo de quebrar um dispositivo essencial da carreira nova dos técnicos e passa a exigir a demissão do ministro sem-palavra do Planejamento.


Uma minoria, parte do bloco radicalóide denominado "Vamos à Luta" (militantes do PSol, PSTU e outras tendências miúdas), que faz oposição a absolutamente tudo que parte do Governo Lula, queria começar imediatamente uma greve geral nacional em novembro, sem levar em conta a proximidade de fim de ano e as férias dos servidores. A Plenária, por maioria, mais responsavelmente preferiu aprovar o chamado "estado de greve", situação pela qual a FASUBRA pode orientar entrada em greve sem maiores delongas se necessário. Aprovou-se também fazer uma campanha (com outdoors inclusive) de denúncia da falta de palavra do Ministério do Planejamento, na qual se cobra de Lula a exoneração de seus auxiliares petistas do Planejamento, Paulo Bernardo e o secretário Duvanier Paiva.


Também foi aprovado que o próximo Congresso Nacional da FASUBRA ocorrerá em maio de 2009. Antes disso, uma nova Plenária nacional dos sindicatos de base acontecerá, para avaliar a postura do governo federal quanto ao step constante e suas atitudes sobre o serviço público em decorrência da crise financeira mundial, uma vez que Paulo Bernardo já acenou com a possibilidade de retardo dos reajustes acertados e cancelamento de novos concursos públicos.

Rita Kavulak na CIS

Um comentário:
O Plano de Carreira dos técnico-administrativos ainda é obra em construção. A lei de 2005 que o instituiu prevê que uma Comissão de servidores, em cada Universidade, faça a supervisão da implantação do Plano, ajude a corrigir distorções e sugerir aprimoramentos. Essa Comissão é a CIS, que tem eleição marcada para o próximo dia 29/10.

A servidora Rita de Cássia Kavulak, analista de sistemas (cargo de nível superior), hoje lotada no Curso de Engenharia de Produção no Centro Politécnico, é candidata a uma das dez vagas da CIS. Rita foi crítica ativa do começo da implantação do Plano de Carreira pelo fato de penalizar seriamente o pessoal de nível superior, distorção parcialmente corrigida pela Greve de 2007. Ajudou a criar o Forum do Pessoal de Nível Superior, que questionou a inoperância da gestão "Para Todos" do SINDITEST em discutir os problemas da carreira nova. Continua militando no movimento sindical para contribuir na resolução de impasses que ainda existem na Carreira dos TA e, inclusive por isso, foi recentemente eleita delegada de base à Plenária da FASUBRA ocorrida nos dias 17 e 18/10 em Brasília.


Rita participa do Núcleo "Avançar na Luta" e lança sua candidatura para a CIS se propondo a defender todas as classes da carreira dos técnicos, particularmente neste momento em que o Ministério do Planejamento acena com ameaças de quebrar sua palavra quanto a acordos firmados no final da greve de 2007. Sua candidatura merece o apoio de toda a categoria que quer ter alguém que saiba discutir o conteúdo dos problemas em vez de ficar fazendo estéreis discursos histéricos em assembléias.

Prolegômenos da gestão Zaki Akel

Nenhum comentário:
Em sua campanha à Reitoria da UFPR, o candidato Zaki Akel primou pela generalidade em suas propostas. Uma solução esperta para sair de perguntas difíceis e para atrair variados apoios, de "gregos e troianos", com seu programa pouco claro. Justificava o candidato que não se poderia avançar além daquilo que escreveu em seus materiais de propaganda antes de poder estar em condição de fazer um diagnóstico mais preciso dos problemas. Coisas de "management".


Então, neste período que precede a posse de Zaki como reitor em cerimônia em Brasília (dentro de um mês, segundo fontes do MEC), ele vem convidando os membros da comunidade universitária a participarem de suas reuniões de "planejamento estratégico". Surgem convites para os técnicos, a partir de caciques ligados ao grupo da vereadora Roseli, apoiadora de primeira hora de Zaki. É também uma forma esperta de cooptar alguns daqueles que foram críticos do seu programa politicamente vago. Mas ele está em seu direito e quem quiser participar dando palpites deve fazê-lo. Deve saber entretanto que o clube dos que realmente darão as cartas na gestão 2008-2012 já está definido e fechado.