-->

Luta sem trégua contra o governo usurpador

terça-feira, 23 de maio de 2017

30 horas podem ser retiradas de muitos servidores da UFPR em 2017

Atendendo a insistentes pressões da CGU, a reitoria da UFPR constituiu uma nova "Comissão das 30 horas" - nomeadamente para revisar os processos de flexibilização da jornada.  Veja-se o que dispõe a portaria 329 acima: "comissão para revisão da Resolução nº 56/2011-COPLAD, que estabelece normas sobre a flexibilização da jornada."

A nova Comissão inclui três dirigentes do Sinditest: Carla Cobalchini, Mariane Siqueira e Elias da Silva 

Nos marcos do ilegítimo governo Temer, que corta verbas das Universidades Públicas, arrocha salários e congela concursos, alguém acha que a tal "revisão" seja para ampliar a concessão da jornada flexível?

Nos próximos meses, por todos os indicadores existentes, a jornada de 30 horas será cortada para muitos servidores e ver-se-á (mesóclise do Temer!!) mais um retrocesso numa conquista dos TAE.

Nenhum comentário: